Integrantes do GEEFAS recebem certificação de Antropometristas ISAK nível 1

19/05/2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Posts Em Destaque

Integrante do GEEFAS é capacitado no Curso do CORE 360° nas Fases 3 e 4

November 24, 2018

Nos dias 17 e 18 de Novembro, Wanduy Brindeiro Neto, integrante do GEEFAS, participou das fases 3 e 4 do curso de treinamento funcional oferecido pela plataforma CORE 360°.

 

 

O CORE 360° tem como base quatro domínios básicos para o planejamento do treino, sendo eles: Melhor, Mais Forte, Mais Rápido e Mais Longe. Na primeira e segunda fase de certificação são trabalhados os dois primeiros domínios, onde deve-se identificar as necessidades, o potencial e o objetivo ao qual o indivíduo busca e, para isso, é preciso utilizar algumas avaliações específicas. Com isso, busca-se melhorar as capacidades de execução de movimentos e fortalecer o core (região abdominal e lombar – anterior e posterior).

 

O treino é a partir do centro  e vai sendo estendido às extremidades. Já nas fases 3 e 4, continuando a metodologia, tem-se os domínios mais rápido e mais longe. No primeiro momento é desenvolvido o mais rápido, buscando melhorar a potência, velocidade, agilidade e reação, destrinchando o dever e funcionalidade de cada um deles. Posteriormente dar-se início ao desenvolvimento do mais longe, onde são utilizados circuitos, complexos ou treinos intervalados para adaptarmos e melhorarmos as vias energéticas. Após os quatro domínios apresentados, foi ministrado o conteúdo de periodização, que é o último material a ser ministrado. Por fim, pratica-se a prescrição de toda uma periodização para o que se deseja evoluir, sabendo avaliar desde a qualidade de movimento em um agachamento até a correta execução de trabalhos pliométricos, onde tudo é organizado para se alcançar um objetivo específico.

 

 

Sobre o curso, Wanduy Brindero informou que “Este curso foi muito gratificante para mim, pois deu continuidade ao que foi visto nas duas primeiras fases, complementando os domínios da performance do indivíduo, sendo este um dos princípios básicos do CORE. Unindo todo o conteúdo visto nas certificações, vejo o quão mais fácil se torna a avaliação das necessidades e como fazer os objetivos individuais serem alcançados. O que mais me chamou atenção e me despendeu mais tempo de empenho foi a questão de como montar uma periodização fidedigna ao que se busca, sabendo que a mudança de uma variável ou de um protocolo irá interferir positivamente ou negativamente no resultado.”.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload